CRESCENDO NO ESPÍRITO DECISÕES DA FÉ – ESTUDO 05

CRESCENDO NO ESPÍRITO
DECISÕES DA FÉ – ESTUDO 05
II CRONICAS CAP 34:1 a 33

Introdução: As decisões de fé são aquelas que seguem os princípios bíblicos para
                      um relacionamento correto com Deus. Fazemos essas decisões como
                      resposta à ação do E.S. que opera em nós, por essa razão somos
                      responsáveis pelos resultados de nossas decisões, e elas liberam
                      bençãos ou maldições sobre nós. Ex: Amom, (33:22.23) e Josias.
                 
I –DECISÃO DA FÉ ROMPE COM AS MALDIÇÕES DO PASSADO, Cap 34:1 a 28
   a – Faz a decisão de buscar a Deus aos 16 anos, 34:2,3a
      a.1 Sua decisão revela seu coração (imagine um rei adolescente).     
   b – Decide governar segundo a Santidade do Senhor aos 22 anos, 34:3b a 7
      b.1 A profecia sobre ele se cumpre, I Reis 13:2
   c – Decide reparar a Casa do Senhor aos 26 anos, 34:8 a 13
   d - A decisão da fé nos coloca em contato com a Palavra de Deus, 34:14 a 18
   e – A decisao de fé livra do juizo sobre as maldições do passado, 34:19 a 28
  
II – A DECISÃO DA FÉ  FAZ ALIANÇA COM DEUS, 34:29 a 33     
    a – Decisão da fé produz fome pela Palavra de Deus, 34:29,30
    b – Decisão da fé envolve o coração e a alma com a vontade do Senhor, 34:31
    c – Decisão de fé inspira outros a se achegarem a Deus, 34:32
    d – Decisão de fé resulta em mais santidade, 34:33

Conclusão: Josias restabelece o serviço ao Senhor, ensina o povo a Lei
                   Do Senhor e celebra a melhor pascoa ja vista na historia, 35:1a18

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO

1 – As minhas decisões de fé tem sido suficientes para me levar mais junto a Deus?
2 – Numa escala de 0 a 10, o quanto minhas decisões de fé me santificam?
3 – Quais as 2 maiores coisas que farei para melhora minhas decisões de fé?
CRESCENDO NO ESPÍRITO
DECISÕES DA FÉ – ESTUDO 04
I REIS CAP 1:18 a 2:1 a11;20,21

Introdução: As decisões de fé são aquelas que seguem os princípios bíblicos para
                      um relacionamento correto com Deus. Essas decisões liberam 
                      abençãos para nós e para nossa gerações. Elas resolvem os 
                      problemas interiores e problemas que estejam fora de nós.           
                
I –DECISÃO DA FÉ ROMPE ATADURAS E LIBERA O DESTINO, Cap 1:1 a 17
   a – Ana não veio ao mundo para ser estéril
   b - Esterilidade é ilegal a menos que seja maldição
   c - Esterilidade é removida quando pela fé nos santificamos
   d - A decisão da fé nos alinha com Deus libera e nosso destino
  
II – A DECISÃO DA FÉ  REMOVE A AGONIA DAS PERDAS, 1: 18 a 23     
    a – Substitui a tristeza de coração por alegria, 1:18
    b – Substitui o choro por adoração, 1:19a
    c – Restaura a alegria do relacionamento perdido com Deus, 1:19,20
    d – Provê uma oferta superior para a adoração, 1:27,28

III –  A DECISÃO DA FÉ PRODUZ NOVO CÂNTICO PARA DEUS, 2:1a10
      a – Um cantico de alegria e truinfo, 2:1
      b – Um cantico de reconhecimento da santidade de Deus, 2:2a
      c – Um cantico de reconhecimento de que Deus é incomparável, 2:2b
      d – Um cantico de reconhecimento da soberania de Deus, 2:3a10   
  
Conclusão: Eli abençoava a Elcana e a sua mulher e dizia: O SENHOR
                  te dê filhos desta mulher, em lugar do filho que devolveu ao
                  SENHOR. E voltavam para a sua casa. Abençoou, pois, o
                  SENHOR a Ana, e ela concebeu e teve três filhos e duas
                  filhas; e o jovem Samuel crescia diante do SENHOR. 2:20,21

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO

1 – As circunstâncias estão impedindo minhas decisões de fé?
2 – Numa escala de 0 a 10, o quanto as circunstâncias impedem minha fé?
3 – Quais as 2 maiores coisas que farei para vencer as circunstãncias?

CRESCENDO NO ESPÍRITO DECISÕES DA FÉ – ESTUDO 02


CRESCENDO NO ESPÍRITO 
DECISÕES DA FÉ – ESTUDO 02 
MARCOS 5:25 a 34


Introdução: Já vimos que fé é a ação de aceitar ou recusar alguma coisa, porque
                      fé Necessita de obras para se consumar. Vimos também que há 3
                       tipos de Fé: 1-fé natural, 2-fé espiritual, 3-dom de fé. Hoje veremos
                       alguns obstáculos que a fé espiritual precisa vencer para produzir
                       resultados.         
                 
I –FÉ ESPIRITUAL VENCE  TODOS OS OBSTÁCULOS, 5:25 a 28
     A fé espiritual vem pelo ouvir, v.27a
   a – Vence os obstáculos da discriminação sem perder o respeito a si mesmo, v.25
   b – Vence os obstáculos naturais sem perder a esperança, v.26
   c – Vence os obstáculos naturais, a multidão v.27         
   d – Vence a religiosidade: tocarei pelo menos em suas vestes, v27

II – A FÉ ESPIRITUAL É UM PRINCÍPIO A SER POSTO EM AÇÃO, 5:28 a 31
    a – Porque dizia:  ..se eu  ....ficarei  v.28
    b – O princípio que a fé coloca em ação: o poder de Jesus, v.30a
    c – O princípio termina as consequencias, v.29a
    d – O princípio termina a causa do problema, v.29b

III – JESUS SABE TODAS AS VEZ QUE NOSSA FÉ FUNCIONA, 5:30 a 34
      a – Jesus reconhece quando sai poder dele, v.30a
      b – Jesus se interessa profundamente em saber quem exercita a fé, v.30b, 32
      c – Nem todos que tocam em Jesus exercitam a fé (Ele não é amuleto), v.31
      d – Nosso testemunho sobre o poder de Jesus é importante, v.33
         d.1 Devemos testemunhar ainda que atemorizados e tremendo
         d.2 Testemunho é requerido quando estamos cônscios do que passou
         d.3 Se recebemos a benção pela fé, devemos nos prostrar perante Jesus
         d.4 Devemos declarar a ELE toda a verdade
       c – Quando nos prostramos e declaramos, recebemos mais ainda, v.34
          c.1 Recebemos salvação 
          c.2 Recebemos paz
          c.3 Recebemos liberdade completa

Conclusão:  São as nossas decisões a respeito do que aceitar ou recusar que
                     determinam o tipo de vida espiritual que vamos viver. Essas
                     decisões afetam nosso destino, nossos relacionamentos e porque
                      nos humilhamos, nos exaltam.

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO
1 – Minhas decisões são feitas  de acordo com a fé que vem pelo que ouço
      de Jesus?
2 – Numa escala de 0 a 10, o quanto coloco minha fé em ação? 
3 – Quais as 2 maiores coisas que farei para viver mais pela fé?

CRESCENDO NO ESPÍRITO DECISÕES DA FÉ

CRESCENDO NO ESPÍRITO
DECISÕES DA FÉ
Heb Cap 11:23a 29; Ex Cap 2; Rom Cap 10

Introdução: Nosso crescimento espiritual é fortemente impedido pelo nosso 
                     entendimento errado de fé. Pensamos que fé é “conhecimento 
                     intelectual”, porém essa é a fé que os demonios tem, 
                     Tiago 2:18,19. Fé é  a decisão de aceitar ou recusar alguma coisa.              
                
I –OS PROCESSOS QUE PRODUZEM FÉ, Rom 10
   a – Os tres tipos de fé:, fé natural, fé espiritual, dom da fé.
   b - Fé Natural: todo ser humano tem, são as decisões da alma
   c - Fé Espiritual: nem todo ser humano possuiu. Suas características:
         c.1 Começa em Jesus: Heb 12:2
         c.2 Vem pela Palavra de Deus,  Rom 10:17
         c.3 Opera no coração, não na alma, Rom 10:10
         c.4 Se consuma quando o coração assume o controle da boca,
                  a fé deixa de ser intelectual e se torna confissão, Rom 10:10
         c.5 Essa é a fé para salvação e para a vida cristã
   d – Fé como Dom: É uma fé para ocasiões especiais, para benefício
                                   do corpo de Cristo, 1Cor 12:7,9.  Juiz 14:6, I Sam 17:45a48

II – A DECISÃO DA FÉ TEM UM COMPONENTE PROFÉTICO, Heb 11:23 a 29
    a – Decisão de aceitar que Deus faz as coisas com um propósito, Heb, 11:23a
    b – A decisão da fé é ousada, não tem medo porque vem de Deus, Heb 11:23b
    c – A decisão da fé planeja baseado na soberania de Deus, Ex 2:3,4
    d – A decisão da fé é honrada por Deus, Ex 2:4a9

III – A DECISÃO DA FÉ TEM CONSEQUÊNCIAS, Heb 11:24a29
      a – Envolve perda de estatus, 11:24
      b – Envolve perda de prazeres e riquezas, 11:25b,25b.
      c – Envolve sofrimento, 11:25a
      d – Envolve ganho de galardão, 11:26c
      e – Envolve coragem contra situações terríveis, 11:27a
      f – Envolve se afirmar no invisível, 11:27b
      g – Envolve obediencia à revelação de Deus, 11:28,29

Conclusão:  São as nossas decisões a respeito do que aceitar ou recusar 
                     que determinam o tipo de vida espiritual que vamos viver. 
                     Elas também afetam nosso destino e o destino de nossa família.

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO
1 – Minhas decisões são feitas  de acordo com os pensamentos de Deus ou de 
       acordo com os meus?
2 – Numa escala de 0 a 10, o quanto posso me considerar um cristão(ã) 
       vitorioso(a)?
3 – Quais as 2 maiores coisas que farei para melhorar minha vida espiritual?

CRESCENDO NO ESPÍRITO CRIANDO HÁBITOS CRISTÃOS - 05

CRESCENDO NO ESPÍRITO
CRIANDO HÁBITOS CRISTÃOS - 05
Daniel Cap 2 a 9

Introdução: Hábitos começam em nossos pensamentos. Os cientistas dizem
                      que os hábitos surgem porque o cérebro está constantemente 
                      procurando maneiras de economizer esforços. O cérebro tenta 
                      transformar quase qualquer rotina em um hábito, para que a 
                      mente diminua o rítimo com mais frequência. Porisso temos 
                     Rom 12:1e2 e Fil 4:8. Vamos ver mais alguns hábitos de Daniel.  
                
I –O HÁBITO DE VIVER O DOM QUE DEUS LHE DEU, Dan Cap 2,4,5.
   a – Entendo qual é o dom, Dan 1:16
   b – Confiando que se posicionando, Deus opera o dom, Dan 2:15,16
   c – Esperando pela fé que Deus manisfetará o dom, Dan 2:17 a 19
   d – Dando todo a glória, honra e louvor a Deus, 2:20 a 23; 26 a 28. 

II – O HÁBITO DA FIDELIDADE COM A REVELAÇÃO DE DEUS, 
        Dan 2,4,5,9.
    a – Convicção para afirmar a fidelidade da revelação, Dan 2:44b
    b – Fidelidade à revelação ainda que seja perigosa, Dan 4:19
    c – Coragem ao falar da revelação de Deus, Dan 5:18 a 23
    d – Fidelidade na busca da revelação, Dan 9: 1 a 3; 21 a 27

III – OS RESULTADOS DESSES DOIS HÁBITOS
      a – Deus se faz conhecido para os incrédulos, Dan 2:28, 46,47; 4: 1 a 3,37
      b – A correção de Deus se torna eficaz sobre as pessoas, Dan 4:27b
      c – O Senhor se torna conhecido como justo Juiz, Dan 4: 31; 5:18 a 23,30
      d – A intimidade com o Senhor e sus revelações aumenta, Dan cap2 a 12
      e – Se torna muito amado de Deus, Dan 9:23; 10:11,19
      f – É honrado perante os homens, Dan 1:19; 2:48,49; 5:29; 6:3

Conclusão:  Através do desenvolvimento de hábitos espirituais entramos em nosso
                      destino, desfrutamos do melhor de Deus para nós e expandimos 
                       Seu reino.

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO
1 – Como está meu hábito de viver o dom que Deus me deu?
2 – Numa escala de 0 a 10, quanto estou desfrutando do que Deus tem pra mim?
3 – Quais as 2 maiores coisas que farei para melhorar nesses dois hábitos?
CRESCENDO NO ESPÍRITO
CRIANDO HÁBITOS CRISTÃOS - 04
Dan 6: 1 a 28
Introdução: Hábitos começam em nossos pensamentos. Os cientistas dizem que os
                     hábitos surgem porque o cérebro está constantemente procurando maneiras
                     de economizer esforços. O cérebro tenta transformar quase qualquer rotina
                     em um hábito, para que a mente diminua o rítimo com mais frequência.
                     Porisso temos Rom 12:1e2 e Fil 4:8. Vamos ver alguns hábitos de Daniel.  
                 
I –O HÁBITO DE DE VIVER A LEI DE DEUS, Dan 6:5
   a – O hábito da oração, Dan 6:10b
      a.1 Tinha um lugar separado para oração   
      a.2 Orava 3 vezes por dia
      a.3  Orações de petição e ações de graça     
   b – O hábito de depender de Deus incondicionalmente, Dan 6:10a
      b.1 Depender mesmo sabendo que tentavam incriminá-lo
      b.2 Depender mesmo quando parece impossível, Dan 1:8
      d.3 Depender com ousadia, Dan 2:16
   c – O hábito de servir a Deus continuamente, Dan 6:20
      c.1 Nossos hábitos se tornam conhecidos
      c.2 Nossos hábitos demonstram quem somos
 
II – O HÁBITO DA FIDELIDADE A DEUS E AOS HOMENS, Dan 6:22
    a – Fidelidade aos homens, Dan 6:4
    b – Fidelidade a Deus, Heb 3:1,2, Dan 3:17
    c – Fidelidade no que colocado em suas mãos, Mat 24:45a47; 25:21,23
    d – Fidelidade a qualquer preço, Luc 16:10
    e -  Fidelidade devido a quem somos, 1Cor 4:1,2

Conclusão:  “Faço um decreto pelo qual, em todo o domínio do meu reino, os
                     homens tremam e temam perante o Deus de Daniel, porque ele é
                     o Deus vivo e que permanece para sempre; o seu reino não será
                     destruído, e o seu domínio não terá fim. Ele livra, e salva, e faz
                     sinais e maravilhas no céu e na terra; foi ele quem livrou a Daniel
                     do poder dos leões. Daniel, pois, prosperou no reinado de Dario e
                     no reinado de Ciro, o persa”. Dan 6:26a28

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO
1 – Como está meu hábito de viver a lei de Deus?
2 – Como está o meu hábito de ser fiel a Deus e as pessoas?
3 – Quais as 2 maiores coisas que farei para melhorar nesses dois hábitos?

CRESCENDO NO ESPÍRITO CRIANDO HÁBITOS CRISTÃOS - 03

CRESCENDO NO ESPÍRITO
CRIANDO HÁBITOS CRISTÃOS - 03
GEN 4:1 a 24

Introdução: Estamos façando sobre a responsabilidade da vida cristã. Sòmente
                     voce é responsável por voce. Responsabilidade é aplicada tanto
                     para se tornar cristão como para viver a vida cristã, porque ela é parte
                     da essência do que somos: pessoas criadas a imagem e semelhança
                     de Deus. Porisso responsabilidade faz voce ser “voce”. Isso fez com
                     que Abel fosse “Abel” e Caim fosse “Caim”. Hoje veremos como
                     os hábitos da vida e os hábitos da morte são criados.           
                  
I – RESPONSABILIDADE CRIA HÁBITOS DE VIDA OU DE MORTE
   a – Todos nascemos porque Deus quis
      a.1 Adquiri um varão com o Auxilio de Deus, v.1     
      a.2 Depois nasce Abel, 2a
      a.3 Nossa vocação no trabalho honrado é aceito por Deus, v.2b, Gen 3:19      
   b -  Nosso relacionamento com Deus cria hábitos de vida ou de morte
      b.1 A revelação para o relacionamento é dada por Deus, Gen 3:21
      b.2 A revelação requer o exercício da responsabilidade, v.3
 
II – OS HÁBITOS DA RESPONSABILIDADE
    a – O exercício da responsabilidade é capaz de:
    b - Agradar a Deus, v.4
    c - Tornar alguém justo e aprovado perante Deus, Heb 11:4
    d - Desagradar a Deus
    e - DeTornar alguém reprovado perante Deus, v.5, I João 3:12   

III – COMO SE FORMAM OS HÁBITOS DA MORTE
         Hábitos de morte se formam da mesma maneira para crentes
         e para incrédulos: para incrédulos termina no inferno, para os
         crentes termina na vida carnal.
    a – Começa com a rejeição da revelação
    b – Continua com o estabelecimento de seu próprio plano de vida, v.5a
    c – Segue com o endurecimento de coração, v.5b
    d – Rejeita a oportunidade de arrependimento, v.6,7
    e – Definitivamente cria o hábito da morte, v.8
    f – Termina na rejeição final por Deus, daí não há volta, v.9 a 15

Conclusão: Pessoas como Caím estabelecem uma geração maldita sobre
                    a terra, v. 16 a 24.

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO
1 – Estou criando e mantendo hábitos de vida ou de morte em meu dia a dia?
2 – Quais as 2 maiores coisas que farei para parar os hábitos de morte?

3 – Quais as 2 maiores coisas que farei para iniciar ou continuar hábitos de vida?
CRESCENDO NO ESPÍRITO
CRIANDO HABITOS CRISTÃOS - 02

Introdução: Sòmente voce é responsável por voce. Responsabilidade é uma
                     qualidade de caráter, uma característica que faz voce ser “voce”.
                     Voce é responsável por tudo que voce faz, entender essa
                      responsabilidade é o maior sinal de maturidade cristã. Vamos
                      estudar a vida de Saul para enteder um pouco desse assunto.

I – PRIMEIRA RESPONSABILIDADE: ENTRAR NO DESTINO
   a – A unção não é baseada em quem é Saul, I Sam Cap 9
      a.1 Deus escolhe pela graça, 9: 9:1,2     
      a.2 Deus controla as cirscunstâncias, 9:3 a 13
      a.3 A 1ª responsabilidade: receber aquilo Deus propõe, 9:21
      a.4 Deus nos coloca em lugar priviligiado na sala do banquete, 9:22 a 26
   b -  A unção é pessoal e é Deus quem nos escolhe, 9: 27 a 10:1 a 7
   c -  Nesse ponto começa mossa responsabilidade, 10:8
   d – Deus está com pressa e muda nosso coração, 10:9 a 13
 
II – RESPONSABILIDADE PERANTE DEUS E OS HOMENS
    a – Deus faz isso de maneira que as pessoas entendam, 10:19 a 21
    b – Mas não podemos nos esconder na bagagem, 10:22
    c – Deus te criou para impressionar, 10:23
    d – Deus te criou como resposta para problemas, 10:24 a 26

III – TEMOS QUE ROMPER COM A VIDA ANTIGA,
    a – É o ES que tem poder para nos tira da vida antiga, 11: 1 a 7
    b – Quando O ES faz isso, estabelece nossa autoridade, 11:11 a 15
    c – A benção depende do exercício da responsabilidade, 12:13 a 15
    d - A responsabilidade é manter-se dependente de Deus, 13:1 a 12
    e – Somos responsáveis pela perda da benção, 13: 13 a 14
    f – Deus e sua Palavra se apartam, vem os saqueadores, 13:16 a 23

Conclusão: A longanimidade de Deus ainda espera um tempo antes de
                     romper totalmente conosco, sem que haja mais retorno. Mas
                     se não assuminos nossa responsabilidade...15: 1 a 29   

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO
1 – Numa escala de 0 10 quão responsável tenho sido pelas coisas de Deus?
2 – Quais as 2 maiores coisas que impedem de ser responsável?
3 – Quais as 2 maiores coisas que farei para tornar me responsável?

CRESCENDO NO ESPÍRITO: CRIANDO HÁBITOS CRISTÃOS

CRESCENDO NO ESPÍRITO
CRIANDO HÁBITOS CRISTÃOS

Introdução: A verdadeira transformação cristã vem de dentro pra fora. Vem de
                      algo que o próprio Deus faz. Porém, para que Ele faça, temos que 
                      apresentar nossos corpos por sacrifício vivo para que nossa 
                      mente seja transformada. Essa transformação de mente criará 
                      novos hábitos. Ai estão alguns novos hábitos que temos que 
                      aprender:

I – DESCUBRA A PALAVRA DE DEUS, Josué 1:7,8
   a – A Palavra de Deus é uma ferramenta de transformação
      a.1 Acolhei com mansidão a Palavra em vós implantada, Tg 1:21b     
      a.2 Santifica-os na verdade, a tua Palavra é a verdade, Joao17:17
      a.3 Vós já estais limpos pela Palavra..., Joao 15:3
      a.4 A Palavra de Deus é viva e eficaz..., Heb 4:12
   b -  A Palavra que vem da boca de Deus dá vida
     b.1 O homem vive ... de toda palavra que procede da boca de Deus. Mt4:4
     b.2 As palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida, Joao 6:63
     b.3 A Palavra de Deus é criadora, Heb 11:3
    
II – COMECE UMA VIDA DE ORAÇÃO E ADORAÇÃO
    a – Jesus manda orar:
       a.1 Pedi, e dar-se-vos-á, Mt 7:7 a 11
       a.2 Pedir para fazer obras, para glória do Pai, Joao 14:12 a 14
       a.3 Orar sem esmorecer, Luc 18:1 a 8
    b – A oração do justo é eficaz, Tiago 5:16 a 18
       b.1 Não precisa ser super-crente, só um justo, v.17 a
       b.2  A oração do justo é criativa, v.17b, 18

III – VIVA UMA VIDA DE OBEDIENCIA, Tiago 4:17
    a – Obedecer é melhor que sacrificar, I Sam 15:22,23
    b – Obediencia começa em Deus, Ele já fez sua parte, Eze 36,27,27
    c – Obediencia reflete o conhecimento de Deus, I Jo 2:3,4
       c.1 Quem nasceu de Deus não pode viver pecando, I Jo, 2:8,9
       c.2 Evite o faccioso, ele está condenado por si mesmo, Tito 3:10,11
       c.3 Somos servos de quem obedecemos, Rom 6:16 a 19

Conclusão: Suas atitudes se refletem em teu comportamento, teu comportamento  
                    criam seus hábitos, seus hábitos demonstram suas crenças, sua crenças
                    refletem o que ocupa sua cabeça, seus pensamentos: mude seus
                    Pensamentos e mudará tudo, Rom 12:1,2.
                   
PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO
1 – O que meu comportamento reflete: a glória de Deus ou a vontade do inimigo?
2 – Quais as 2 maiores coisas que impedem meu comportamento de refletir 
       a glória de Deus?
3 – Quais as 2 maiores coisas que farei para mudar meu comportamento?