RUMO A UM NOVO LUGAR

Esse é o sentido da Páscoa, a saída do Egito para um novo lugar, a terra prometida por Deus, onde seu povo iria conhecê-lo mais intimamente e iria desfrutar da plenitude de suas bençãos. Entretanto, para fazer essa viagem era necessário comprar a passagem, que na verdade era só de ida, uma vez que a escravidão do Egito nunca mais aconteceria em suas vidas. O preço da passagem era interessante, uma vez que não era dinheiro nem obra alguma que o povo poderia fazer para pagá-lo. Diz a bíblia que, para sair nessa viagem, a primeira coisa que teriam de fazer era “sobreviver” ao anjo da morte, que passaria pela terra na noite da saída e mataria todos os filhos mais velhos. Para isso teriam que usar como proteção em suas portas o sangue do cordeiro. É o sangue de Jesus que nos livra do juízo de Deus, leia Gen 12:7.
A segunda coisa que precisariam fazer era comerem uma refeição especial, que daria forças para a viagem. O prato principal dessa refeição era carne de cordeiro que deveria ser completamente sem defeito, significando Jesus, leia Gen 12:5,8. Eles teriam que se alimentar de Jesus, ele seria o alimento durante toda a viagem, começando como cordeiro e depois continuam como pão, ou seja o maná que caia dos céus todos os dias. O que acompanhava o prato principal eram pães sem fermento e ervas amargas. Segundo a bíblia, pão sem fermento significa sinceridade e ervas amargas significa a conscienciade que a vida anterior de escravidão não era nada boa.
Outro detalhe dessa viagem é que a refeição era um jantar e a viajem somente seria no outro dia. Porém desde a hora do jantar eles deveriam estar preparados para a viagem: sandálias nos pés e cajado na mão. Isso significava a consciencia de que dali em diante o Egito com tudo o que ele significava para o povo de Deus já não mais ocupava suas mentes. Eles deveriam estar totalmente concentrados no futuro imediato, na mudança da situação de suas vidas. Estavam sainda da escravidao para a libnerdade.

Pr Joao Carlos

O Sangue Nas Portas


O cordeiro será sem defeito, macho de um ano; podereis tomar um cordeiro ou um cabrito; e o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o imolará no crepúsculo da tarde. Tomarão do sangue e o porão em ambas as ombreiras e na verga da porta, nas casas em que o comerem; Exodo 12:5 a 7.
Essa ordenança tinha um significado: a porta é símbolo do nosso coração, e o sangue é do cordeiro é símbolo do sangue de Jesus que nos purifica de todos os pecados. O sangue foi passado nas ombreiras das portas no dia em que a décima praga, que era a morte de todos os filhos primogenitos, veio como juízo sobre o Egito. Quando o anjo da morte chegava na porte e via o sangue, ele não entrava na casa, significando a proteção do sangue de Jesus em nossas vidas, o qual nos livra do juizo de Deus.
Pr. Joao Carlos