sexta-feira, 29 de março de 2024

PÁSCOA: O PROJETO
MISSIONÁRIO DE DEUS
Gen 12:1 a 28; Ez 37:1-14

 

Introdução: A páscoa, alem de ser um fato histórico é também uma parábola para o tempo
                      presente ( Heb 9). A parábola era: o Egito como símbolo do mundo debaixo do
                      pecado, debaixo da perdição; a salvação significando Deus tirando seu povo 
                      do mundo através de um plano de ficar dentro de uma casa(Jesus) com sangue 
                       nas portas para proteção contra a morte, alimentar-se de um cordeiro e pães 
                       asmos (Jesus), passar pelo mar simbolizando a cruz de Cristo, passar pelo 
                       deserto que Não é a sua morada (santificação) entrar numa terra que mana 
                       leite e mel(céu). Como parábola, a páscoa nos ensina alguns princípios 
                       eternos do plano eterno e Deus para a humanidade: é a Missio Dei. 
                      Vejamos alguns deles:                    

IA MISSÃO DE DEUS É ENCARNACIONISTA, Jo 1:14; 3:16; 1Jo 4:9

   a - O novo nascimento é um processo que começa em Deus  
      a.1 Começa com voce ficando dentro da casa,( escondido em Cristo) v.7
      a.2 O sangue na porta(testemunho do preço pago), v.7
      a.3 Comer o cordeiro e o pão (Jesus o alimento), v.7
      a.4 Cordeiro assado, v.8 a10
      a.5 Comer preparado para a viagem, v.11,12    

II NOSSA MISSÃO NO DESERTO, Ex 37:1 a 14

    a - Estamos no meio de um vale de ossos secos, 37:1a3
    b - Nossa missão: profetizar sobre ossos secos, v.4
    c - O conteúdo da profecia é o que Deus nos dá:
       c.1 Trazer o espírito de vida, v.5
       c.2 Trazer a vida a um corpo novo, v.6
       c.3 Regenerar toda a casa de Israel, 10,11; Rom 9:6,7
       c.4 Colocar em todos Seu Espírito... uma grande família, v14
       c.5 Para que todas saibam que Ele e o Senhor e nós seu povo, v.13    

Conclusão: Porque assim diz o Alto, o Sublime, que habita a eternidade, o qual tem o nome
                    de Santo: Habito no alto e santo lugar, mas habito também com o contrito e abatido
                    de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e vivificar o coração dos contritos.
                    Como fruto dos seus lábios criei a paz, paz para os que estão longe e para os que
                     estão perto, diz o SENHOR, e eu o sararei. Is 57:15, 19                  .

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO 

1 – Que tipo de envolvimento estou tendo com a Missão de Deus?
2 – Quais as duas maiores coisas que farei para me envolver mais com a missão de Deus?

sexta-feira, 1 de março de 2024

VOLTANDO AO PRIMEIRO AMOR
Jer 2:2,3 - Apoc 2:4 a6 - Luc 7:37-50

 Introdução: Jeremias nos diz que o primeiro amor é uma consagração. A consagração

                     acontece no estado de “noiva” apaixonada, quando temos uma afeição pelo
                     Senhor que nos faz segui-lo em situações como o deserto, nos faz primícias
                     da sua colheita e que ousa tocas em nós, toca no Senhor. Mas o Apocalipse
                     2 nos diz que podemos abandonar esse primeiro amor e que isso nos coloca
                     em pleno confronto com Deus a ponto dele “nos mover do nosso Lugar”.                    

IAS MANIFESTAÇÕES DO PRIMEIRO AMOR, Luc 7:37-38

   a - São as manifestações de um ser pecador amando, v.37a  
      a.1 É capaz de ir a Jesus num lugar em que não é convidada
      a.2 É capaz de ir a Jesus em um lugar que será rejeitada
      a.3 É capaz de ir a Jesus numa hora imprópria  
   b -.As motivações do primeiro amor v.37,38 
      b.1 Não é receber nada de Jesus
      b.2 É oferecer a Jesus o melhor que tem, o alabastro
      b.3 É assumir um lugar de servo, lavar os pés.
      b.4 É se entregar totalmente a Jesus
        b.4.1 Entregando a Ele um coração quebrantado
        b.4.2 Entregando suas lágrimas para os pé de Jesus
        b.4.3 Usando seu cabelo como toalha para os pé de Jesus
        b.4.4 É beijar os pés de Jesus
        b.4.5 É colocar seu tesouro nos pés de Jesus.      

II MANIFESTAÇÕES DA FALTA DO PRIMEIRO AMOR, Luc 7:39-47

    a - Começa com as dúvidas sobre a identidade de Jesus, v.39a
    b - Leva a rejeição do ministério de Jesus, 39b
    c - Leva à rejeição de quem ama a Jesus, 39c
    d - É o primeiro amor que conduz ao perdão, v.41 a 43
    e - O primeiro amor demonstra nosso relacionamento real com Jesus
    f - O primeiro amor nos leva a uma humildade profunda
    f - Duas maneiras de receber Jesus: a do fariseu e a da pecadora.   
 
Conclusão: Então, disse à mulher: Perdoados são os teus pecados. Os que estavam
                     com ele à mesa começaram a dizer entre si: Quem é este que até perdoa
                     pecados? Mas Jesus disse à mulher: A tua fé te salvou; vai-te em paz.v.47-50                  .

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO 

1 – Que tipo e amor está determinando meu relacionamento com Jesus?

2 – Quais as duas maiores coisas que farei para voltar ao primeiro amor?