CONSAGRAÇÃO E A VIDA NO ESPÍRITO

CONSAGRAÇÃO E A VIDA NO ESPÍRITO
EF 4:1a 32

Introdução: Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne. 
Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer. Gal 5:16,17

I – VIDA NO ESPÍRITO É ANDAR NA VOCAÇÃO A QUE FOMOS
      CHAMADOS, EF 4:1a14         
   a – Andar na vocação é manifestar os frutos do Espirito, v 2
   b – Andar na voação e manter a unidade, v.3 a 6
   c - Andar na vocação é andar na manifestação dos dons do Espírito, v. 7 a 14.
II – VIDA NO ESPÍRITO É ANDAR NA VERDADE EM 
        AMOR, EF 4: 15 a 19
   a – Andar na verdade é crescer em tudo em Cristo que é o cabeça, v. 15
      a.1 Crescer em Cristo é resultado da cooperação de todo o corpo, v.16
   b -  Andar na verdade é o oposto do andar do gentio ou incrédulo, v. 17 a 19
      b.1  Não andar na vaidade dos próprios pensamentos, v.17 
      b.2  Não andar obscurecidos de entendimento, v.17
      b.3 Não andar alheios à vida de Deus por causa da:
         b.3.1 Ignorância em que vivem, v.18
         b.3.2 Pela dureza do seu coração, v.18  
   c – Andar na verdade é não se tornar do insensível, v.19
   d -  É não se entregar à dissolução cometendo toda sorte de impureza, v.19  
III –  VIDA NO ESPÍRITO É ANDAR COMO APRENDEMOS 
           DE CRISTO,  EF 4:20 a 24
      a -  E se despojar  do velho homem, v.22
      b -  É nos renovarmos no espírito do nosso entendimento , v.23
      c -  O conteúdo da nossa mente se adapta ao conteúdo do espírito, 
             I Cor 14:14a16
      d -  vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as 
            concupiscências do engano,
      e -  É nos revistirmos do novo homem, criado segundo Deus, v.24
         e.1 Em justiça e retidão procedentes da verdade. v.24
IV - VIDA NO ESPÍRITO É SEGUIR AS NORMAS GERAIS, EF 4: 25 a 32
     a - É deixar a mentira e falar cada um a verdade com o seu próximo,  v.25
     b - É irai-se e não pecars; não se poro sol sobre a nossa ira, v.26
     c -  Não dar lugar ao diabo, v.27
     d - É trabalhar para ter com que abençoar  os irmãos, v.28
     e - Falar somente o que edifica, v29
     f - É não entristeçais o Espírito de Deus, não ter amargura, cólera, ira, gritaria, 
          e blasfêmias,
     g - É ser benigno, compassivo, perdoandoador, v.30 a 32

Conclusao: Vida no espírito é manifestar a graça de Deus em nosso viver diario.

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO

1 – Estou vivendo de acordo com a vocação a que fui chamado?       
2 – Quais as duas maiores coisas que me impedem de viver minha vocação ?
3 – Qual as duas coisas que farei para viver minha vocação?