CONSAGRAÇÃO E A AUTO-CONTEMPLAÇÃO

CONSAGRAÇÃO E A AUTO-CONTEMPLAÇÃO
II COR 3: 1 a 18

Introdução: Paulo estava corrigindo os Corintios e no capítulo 3 ele começa a 
                     falar quem eram eles. Eles eram o que Deus já tinha feito neles por 
                     meio do ministério de Paulo:  cartas escritas pelo Espírito em seus 
                     corações. E essa confiança vinha pelo poder de Jesus Cristo, 3: 1 a 5.

I – A CONSAGRAÇÃO E A GLORIA REFLETIDA NO ROSTO, 7 
   a – O reflexo no rosto de Moiseis no V.T.
      a.1 Era visível, porém temporária
      a.2 Era glória vinda d recebimento das Pedras da Lei, v.7
      a.3 Era um símbolo das coisas futuras, Heb 8:5, 10:1.  
      a.4 Porisso tinha que vendar o rosto, v.13
   b - Essa glória habilitava para ser Ministros de Deus
   c – Essa gloria visível no rosto ja não aparece porque temos uma glória maior, v.10 

II – A CONSAGRAÇÃO E A SOBREEXCELENTE GÓRIA, V.11
    a – A glória em nossa face é do Ministério do Espírito, v.8
       a.1 É ministério glorioso da justiça        
       a.2 É glória permanente
       a.3 Precisamos ter ousadia no falar, v.12
    b – O véu foi tirado de nossos rostos, v.18
       b.1 Contemlamos como por espelho a Glória do Senhor, v.18
       b.2 Essa contemplação nos transforma, v.18
       b.3 Vamos de glória em glória
       b.4 Nos tornando na própria imagem do Senhor

Conclusao: A Biblia disse que quando nos convertemos o véu foi tirado e agora  somos                              ministros da nova aliança em Cristo.

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO

1 – Quando me olho no espelho, vejo a glória de Deus?
2 – Quais são as duas coisas mais importantes que me impedem de ver a
      glória de Deus em meu rosto?
3 – Quais são as duas coisas mais importantes que farei para que meu
      rosto reflita a glória de Deus?