HOSPEDANDO A GLORIA E ANDANDO COM A NUVEM E O FOGO.

HOSPEDANDO A GLORIA E ANDANDO
COM A NUVEM E O FOGO.
EX. 13:20 A 14:31
                                                                                                
Introdução:   A história da pragas no Egito demonstram como somos parte do 
                        plano no qual Deus está separando um povo para Sua glória e ao 
                        mesmo tempo está julgando e exercendo juízo sobre os ímpios. 
                        Enquanto o povo de Deus cre e adora(Ex 4:31), o inimigo se 
                        endurece e se nega a humilhar-se perante Deus. Ex 9:33 a 35; 
                        10:1 a 3                

I – A GLÓRIA NOS HABILITA A ANDAR RUMO À PROMESSA, Ex 13:21,22
  a – Nossa caminhada não pode ser interrompida enquanto no deserto, v.21c
  b -  A nuven nos dá direção enquanto vemos, v,21a
  c - A Coluna de fogo ilumina o caminho quanto há escuridão, v.21b
  d -  A nuvem e o fogo nunca se apartam de nós, v.22
    
II – A GLÓRIA DETERMINA ONDE ACAMPAMOS, Ex 14:1 a 12
   a – O Senhor nos deixa vulneráveis para confiarmos NEle, v.1,2
   b – O Senhor confunde o inimigo, v.3
   c – O Senhor quer ser glorificado, v.4
   d – O  Senhor decide que somos instrumentos da Sua Glória, v.5 a 9

III – A GLÓRIA CONFRONTA NOSSA SITUAÇÃO INTERIOR, V. 10 a 18
     a – O medo não pode ser maior que a fé no Senhor, v.10
     b – Quando o medo vence, a murmuração se instala, v. 11,12
     c – As situações são para conhecemos o livramento e o juízo de Deus, v. 13,14
     d - As situações são para aprender sobre autoridade e ver novos caminhos, v. 15,16
     e - As situações são para Deus executar juízo e ser glorificado, v.17,18

IV - A GLÓRIA ABRE CAMINHO, DÁ PROTEÇÃO, EXECUTA JUÍZO, V.19 a 30
     a - O Anjo de Deus e a nuvem ficam entre nós e o inimigo, v. 19,20
        a.1 É luz para os filhos De Deus
        a.2 É trevas para o inimigo  
     b - Precisamos exercer autoridade e abrir um caminho e andar nele, v 21,22
     c - O inimigo não consegue andar no novo caminho, v. 23 a 26
     d - O novo caminho é juízo para o inimigo, v, 27 a 28
   
Conclusão: Assim o Senhor nos livra, vemos Seu juízo, vemos Seu grande poder, 
                    aprendemos a confiar NEle e nos líderes que Ele levanta.

PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO
1 – Estou andando com confiança sabendo que ando com a nuvem e o fogo?
2 – Quais as duas maiores coisas coisas que me impedem de confiar?
3  - Duas principais coisas que farei para confiar mais no Senhor.