CRESCENDO NO ESPÍRITO: A LÍNGUA CONTROLADA PELO ESPÍRITO

CRESCENDO NO ESPÍRITO
A LÍNGUA CONTROLADA PELO ESPÍRITO
TIAGO 3:1 A 18

Introdução: Quando nascemos de novo os padrões de vida mudam. Por exemplo:
                      passamos a viver  através da sabedoria de Deus e não pela sabedoria
                      terrena. Na verdade, a sabedoria de Deus está a nossa disposição: “Se,
                    porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que
                    a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á
                    concedida” Tiago 1:5. A sabedoria é expressada principalmente
                    em nosso falar, pela lingua.
  
I – A IMPORTANCIA DE DOMAR A LINGUA, 3:2 a 12
   a – Os tropeços: 3:2
      a.1 Todos tropeçamos em alguma coisa, v.2a
      a.2 Quem não tropeça no falar é varão perfeito, v.2b
      a.3 É capaz de refrear o corpo todo, v.2c
   b – O poder de coisas pequenas, 3:3 a 5  
      b.1 Pequeno freio na boca do cavalo controla seu corpo, v.3
      b.2 Pequeno leme dirige um grande navio em aguas agitadas, v.4
      b.3 A lingua é como uma fagulha: incendia uma floresta, v.5
   c – O que é a lingua, 3: 6 a 8
      c.1 Lingua é fogo, mundo de iniquidade, contamina todo o corpo, v.6a
      c.2 Incendeia a existencia humana, é posta em chamas pelo inferno, v.6b
   d. Domamos todo tipo de seres, v.7 
   e. Não conseguimos domar a língua, v.8a
II – O QUE É A LINGUA 3:8b a 10a
    a – Água doce e amarga da mesma fonte? V.11    
    b – Com ela bendizemos o Senhor, 9a
    c – Mas com ela amaldiçoamos as pessoas, v.9b
    d – Da boca procede benção e maldição, v.10a
III – NÃO É CONVENIENTE QUE AS COISAS SEJAM ASSIM, 3:10 a a 14
    a – Agua doce e salgada da mesma fonte? V.11
    b – Azeitonas de figueira, figos de videira? V.12    
    c – Quem é sabio e inteligente espiritualmente mostre suas obras, v.13
       c.1 Em mansidão e sabedoria, v.13a
       c.2 Mediante condigno proceder, v.13b
    d – Mas se as obras forem, v.14,15
       d.1 Coração invejoso e amargurado, v.14a
       d.2 Sentimento faccioso, mentiroso, v14b
    e – Isso não é sabedoria de Deus, v.15,16
       e.1 É terrena, animal e demoníaca e é toda ruim.  
 
Conclusão: A sabedoria, porém, lá do alto é, primeiramente, pura;
                  depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia
                  e de bons frutos, imparcial, sem fingimento. Ora, é em paz
                  que se semeia o fruto da justiça, para os que promovem a
                  paz. V.17,18
PERGUNTAS PARA MEDITAÇÃO

1 – Numa escala de 0 a 10 o quanto estou controlando minha lingua?
2 – Quais as 2 maiores coisas que me impedem de contralar a lingua(a)?
3 – Quais as 2 maiores coisas que farei para controlar a lingua(a)?